Vai deixa de tristeza e deixa o sonho te levantar, acredite que é possível ainda hoje uma virada, acredite que tudo foi apenas um engano, mantenha a rota do seu barco da vida, não desista novamente, as pedras são apenas restos que a chuva trouxe... amar, viver, sonhar, acreditar, lutar e até o chorar, são fases que compõem o grande quadro chamado vida, onde a tela é a sua história, as tintas são as pessoas que passam por ela, mas, o pintor, o responsável pela obra é sempre você! (Autor desconhecido)

domingo, 15 de janeiro de 2012

Paixão

Ignorando os gritos de seus amigos e de Daniel que ecoavam nas paredes sombrias do anunciador, Luce mergulhou naquela escuridão gélida em fuga e em busca de respostas, ela precisava entender o que tudo aquilo significava. Porque o amor dela e Daniel foi amaldiçoado e porque tudo estava tão confuso. Como podia Cam, um demônio, trabalhar ao lado de Daniel, um anjo?  A única coisa que importava agora era sair daquela confusão toda e tentar descobrir a verdade que ninguém queria ou podia lhe contar.

[...] Seus pés bateram em algo, fazendo um “tum”. Algo muito, muito frio. Ela estava em solo firme. Sabia que já não estava caindo, embora nada pudesse ver à sua frente exceto o véu da escuridão. Então olhou para baixo, para seus tênis All Star. E engoliu em seco. Eles estavam mergulhados em um cobertor de neve que lhe chegava até a metade das canelas.[...]

Luce havia viajado no passado e acabara em Moscou, durante a segunda guerra mundial. A única coisa que haviam lhe revelado era que seu amor com Daniel se repetira e acabara de forma trágica a cada reencarnação sua, mas precisava entender, senti-lo. Ela precisava ver com seus próprios olhos e tentar acabar com esta maldição que os perseguia a tanto tempo. E foi assim que Luce seguiu seu caminho, passando por cada reencarnação sua e revivendo os momentos finais daquele amor que sempre estava acima de tudo. Em meio a esta jornada ela encontrará Bill, um ser misterioso com quem esbarrou dentro de um anunciador, quando estava prestes a encontrar seu outro eu de 1854, na Inglaterra. Bill parece querer ajuda-la e ela esta se sentindo muito só, portanto acaba confiando neste inesperado amigo. À medida que mergulha mais e mais fundo no passado, Luce vai compreendendo a intensidade da dor sofrida por Daniel a cada morte sua e o quanto realmente precisam um do outro. Daniel Tenta encontra-la, mas sempre chega quando ela já partiu. Daniel teme que Luce possa mudar algo no passado de forma irremediável e que isto acabe de vez com a chance de salvar o amor deles para sempre.

Neste livro temos também a visão da história deles pelos olhos de Daniel, o que não aconteceu em Fallen ou Tormenta, porém achei este terceiro volume muito água com açúcar e os argumentos usados na trama um tanto fracos. Quanto as capas, preferi as outras duas, que considero perfeitas. O Quarto e último volume da série tem previsão de lançamento nos Estados Unidos em junho de 2012. Agora é aguardar e torcer para que o último livro seja mais interessante do que Paixão.
Para quem ainda não leu as resenhas de Tormenta clique aquiFallen clique aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Imagem de Mariana Britto
Sigo andando a passos largos...
...sem rumo e sem destino, apenas observando o que se passa e o que passou, o conhecimento traz prazer mas também traz dor.
Jade

Postagens populares