Vai deixa de tristeza e deixa o sonho te levantar, acredite que é possível ainda hoje uma virada, acredite que tudo foi apenas um engano, mantenha a rota do seu barco da vida, não desista novamente, as pedras são apenas restos que a chuva trouxe... amar, viver, sonhar, acreditar, lutar e até o chorar, são fases que compõem o grande quadro chamado vida, onde a tela é a sua história, as tintas são as pessoas que passam por ela, mas, o pintor, o responsável pela obra é sempre você! (Autor desconhecido)

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Bíblia - post nº 01 sobre a Bíblia


Conforme mencionei em um post do ano passado, venho progredindo numa leitura extensa e que requer mais tempo e dedicação do que os habitualmente empregados em outras obras. Por se tratar de um texto muito longo, e que em muitas e muitas oportunidades conduz à meditação, decidi estabelecer uma cota de páginas para a leitura diária, de forma que seja concluída este ano. Para quem não sabe ou que não imaginava do que se tratava, estou falando da Bíblia. Em verdade estou lendo motivada pela história, mas fica difícil não se deixar levar pelo lado religioso e filosófico da obra. Em dado momento é quase impossível não comparar as pessoas daquela época com as da atualidade, sendo até mesmo triste perceber em como a “humanidade”, tão arrogante e pretensiosa em muitas de suas ações, aos longos dos séculos não evoluiu tanto assim como deseja acreditar. Agora compreendo aspectos históricos que me fugiam como peças de um quebra cabeças disperso. Francamente eu não compreendia plenamente a história do povo judeu e suas origens, até decidir-me por fazer esta leitura. Eram muitas informações desencontradas e que agora se alinharam de forma clara para mim. Não tenho a intenção de postar uma “resenha”, pois fatidicamente falharia em tal empreitada e me estenderia deveras. Porém pretendo compartilhar algumas informações sobre a leitura e trechos que me chamaram mais a atenção ao longo das 1052 páginas, já lidas, e das que ainda virão por aí. Estive implementando algumas modificações no blog este mês, entre elas a inclusão de um menu, onde colocarei alguns destaques como este Post.

Para quem nunca teve contato com a Bíblia, achei interessante mencionar que ela é dividida em Antigo Testamento (AT) e Novo Testamento (NT), que são organizados por “LIVROS” subdividindo-se em “CAPÍTULO, VERSÍCULO e HEMISTÍQUIO”. Os livros em muitas situações são apresentados de forma abreviada. Exemplo: primeiro livro do AT, Gênises – abreviatura Gên. Para quem quiser saber mais sobre como ler as citações da Bíblia de forma correta, poderá acessar o site “Página Oriente”, clicando AQUI 

Existem várias edições da Bíblia, devendo ainda notar-se que o texto usado pelos Judeus, Evangélicos e Católicos não são iguais por não haver uma concordância plena por parte de uns e de outros sobre todos os livros que a compõem. Desta forma, antes de escolher uma Bíblia para ler, você deve analisar este aspecto. A que estou lendo é católica, Bíblia Sagrada da Editora Vozes. Não sou referência sobre o assunto, mas tenho esta como uma edição bem interessante, uma vez que ela traz uma série de informações adicionais que facilitam a leitura. Já no início ela mostra abreviaturas e siglas e no final alguns apêndices, entre eles um índice bíblico-pastoral. Muito interessante também, uma espécie de linha do tempo vertical, onde de um lado menciona os fatos históricos e do outro os fatos bíblicos, o que ajuda na hora em que se deseja recapitular algum trecho lido anteriormente.  Antes de iniciar a Bíblia propriamente dita, uma apresentação explica ao leitor que esta nova versão brasileira da Bíblia começou com uma profunda revisão exegética e literária da tradução feita diretamente do grego. A revisão tinha como objetivo colocar o texto em dia com o progresso das ciências bíblicas e com a linguagem falada e escrita, hoje, nos meios de comunicação de modo a facilitar sua leitura e compreensão.

Na sequência a introdução traz uma série de perguntas e respostas interessantes e que certamente vem de encontro com algumas expectativas do leitor, tais como Quando foi escrita? A bíblia não foi escrita de uma só vez. Levou muito tempo, mais de mil anos. Começou em torno do ano 1250 antes de Cristo, e o ponto final só foi colocado cem anos depois do nascimento de Jesus. Aliás, é muito difícil saber quando começaram a escrever a Bíblia. Pois antes de ser escrita a Bíblia foi narrada e contada nas rodas de conversa e nas celebrações do povo. E antes de ser narrada e contada, ela foi vivida num esforço teimoso e fiel de colocar Deus na vida e de organizar a vida de acordo com a justiça.[...] Onde foi escrita? Em que língua foi escrita? ... e assim por diante.

Acredito que seja importante também mencionar que a Bíblia foi originalmente escrita em hebraico e aramaico (antigo testamento) e grego (novo testamento). Posteriormente o AT foi traduzido para o grego. Além disto, as Bíblias escritas em outros idiomas como inglês e português, etc, são versões do grego original. Desta forma, cada tradutor usou expressões de acordo com seu próprio idioma para representar aquilo que constava dos documentos originais.

Bem, seria isto por enquanto.

Abraço
Jade 

Imagem de Mariana Britto
Sigo andando a passos largos...
...sem rumo e sem destino, apenas observando o que se passa e o que passou, o conhecimento traz prazer mas também traz dor.
Jade

Postagens populares