Vai deixa de tristeza e deixa o sonho te levantar, acredite que é possível ainda hoje uma virada, acredite que tudo foi apenas um engano, mantenha a rota do seu barco da vida, não desista novamente, as pedras são apenas restos que a chuva trouxe... amar, viver, sonhar, acreditar, lutar e até o chorar, são fases que compõem o grande quadro chamado vida, onde a tela é a sua história, as tintas são as pessoas que passam por ela, mas, o pintor, o responsável pela obra é sempre você! (Autor desconhecido)

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

A Bíblia é pop - post nº 03 sobre a Bíblia


A Bíblia é mais popular do que podemos imaginar. Além de ser em sí o livro mais conhecido no mundo, é fonte inesgotável de inspiração da 1ª a 7ª arte desde tempos imemoriáveis. Inclusive em alguns ditos muito comuns de nosso dia a dia. Vejam como exemplo alguns que fui colhendo na memória, à medida que ia avançando na leitura da Bíblia.

Bode expiatório
Esta expressão tão comumente usada até hoje, se inspirou no livro de Levítico, onde são descritos o conjunto de cerimônias, liturgias do sacerdócio levítico no culto a Deus pelo povo Israelita. O termo é no sentido que o bode era sacrificado para expiar as culpas.
Levítico, 4,22-24
Se é um chefe que peca fazendo por inadvertência alguma coisa proibida pelos mandamentos do Senhor seu Deus, e incorre assim em culpa, então ao dar-se conta do pecado cometido, levará como oferta um bode sem defeito. Imporá a mão sobre a cabeça do bode e o matará no lugar onde se matam os holocaustos, na presença do Senhor. É um sacrifício pelo pecado.

Quem procura acha
Lucas 11,9-10
Digo-vos, pois: Pedi e vos será dado; buscai e achareis; batei e vos abrirão. Pois quem pede, recebe; quem procura, acha; e a quem bate, se abre.

Espírito de porco
Expressão normalmente empregada para designar pessoa, má, perversa, suja no sentido moral. Veremos que tal alusão vem dos evangelhos.
Lucas 8,26-33
Navegaram para a região dos gerasenos, que está em frente à Galiléia. Ao desembarcar, veio-lhe ao encontro um homem da cidade, possesso de demônios. Há muito tempo não se vestia nem morava numa casa, e sim nos túmulos. Ao ver Jesus, gritou, prostando-se diante dele, e disse em voz alta: “O que tens a ver comigo Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Peço-te que não me atormentes”. Porque Jesus havia ordenado ao espírito impuro que saísse do homem, pois muitas vezes se apossava dele. Metiam-lhe, então, algemas e prendiam-se os pés, mas ele quebrava as correntes e era impelido pelo demônio para lugares desertos. Jesus lhe perguntou: “Qual é o teu nome?” - “Legião”, respondeu ele, porque haviam entrado nele muitos demônios. Eles imploravam a Jesus que não os fizesse voltar para o abismo.
Havia ali numerosa vara de porcos pastando no monte. Os demônios suplicaram-lhe que lhes permitisse entrar nos porcos. E Jesus permitiu. Saindo do homem, os demônios entraram nos porcos e avara precipitou-se barranco abaixo, dentro do lago, e se afogou.

Quem vive pela espada morre pela espada. Já percebi muito o uso desta frase, principalmente em filmes e livros onde se travam batalhas e gueras, pena que agora não me recorde o nome de algum para citar.
Beijo de Judas. Quem nunca usou esta frase para se referir à traição e falsidade? Ela personifica a maior traição de todas.

Ambas expressões vem daqui:
Mateus 26,47-56
Jesus ainda estava falando, quando chegou Judas, um dos Doze, junto com um grande bando armado de espadas e cacetes, enviados pelos sumos sacerdotes e anciãos do povo. O traidor lhes tinha dado esta senha: “Aquele que eu Beijar é Jesus; prendei-o”. Tão logo chegou, Judas aproximou-se de Jesus e disse: “Salve Mestre!” E o beijou. Jesus lhe disse: “Amigo, faze o que tens de fazer”. Então eles avançaram sobre Jesus e o prenderam. Nisso um dos que estavam com Jesus meteu a mão na espada, puxou-a e feriu o escravo do sumo sacerdote, decepando-lhe a orelha. Jesus porém, lhe disse: “Põe a espada na bainha, pois quem toma da espada, pela espada morrerá. Ou pensas que não posso pedir a meu Pai e ele me enviaria, neste instante, mais de doze legiões de anjos? Mas neste caso, como vão cumprir-se as escrituras, segundo as quais é assim que deve acontecer?” Naquela hora Jesus disse à multidão: “Saístes para prender-me como se eu fosse um ladrão, com espadas e cacetes? Todos os dias eu estava sentado no Templo a ensinar, e não me prendestes. Mas tudo isso aconteceu para que se cumprissem as escrituras dos Profetas”. Então todos os discípulos o abandonaram e fugiram.

Ainda que falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria...
Quem não conhece a música da banda Legião Urbana, Monte Castelo?
Sua letra foi inspirada no livro das Epístolas aos Coríntios.
1Coríntios 13,1-13
Acima de tudo o amor
Se eu falar a língua de homens e anjos, mas não tiver amor, sou como bronze que soa ou tímpano que retine. E se eu possuir o dom da profecia, conhecer todos os mistérios e toda a ciência e tiver tanta fé que chegue a transportar montanhas, mas não tiver amor, nada sou. E se eu repartir todos os meus bens entre os pobres e entregar meu corpo ao fogo, mas não tiver amor, nada disso me aproveita.
O amor é paciente,o amor é benigno, não é invejoso; o amor não é orgulhoso, não se envaidece, não é descortês, não é interesseiro, não se irrita, não guarda rancor, não se alegra com a injustiça mas regozija-se com a verdade, tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O Amor jamais acaba; as profecias terão fim; as linguas emudecerão; a ciência terminará. Pois o nosso conhecimento é parcial como parcial é a nossa profecia. Mas quando chegar a perfeição, desaparecerá o que era parcial. Quando era criança, falava como criança, pensava como criança, raciocinava como criança; mas quando me tronei homem, abandonei as coisas de criança. No presente vemos por um espelho e obscuramente; então veremos face a face. No presente conheço só em parte, então conhecerei como sou conhecido.
No presente permanecem estas três coisas: fé, esperança e amor; mas a maior delas é o amor.

O Sermão da Montanha. Muito circula na internet através de mensagens eletrônicas, mas muitos internautas devem desconhecer sua origem. O Sermão da Montanha é um resumo dos ensinamentos de Jesus a respeito do Reino de Deus. Moisés tinha recebido a Lei na montanha do Sinai; agora Jesus se apresenta como novo Moisés, proclamando sobre a montanha a vontade de Deus que leva à libertação do homem.

Mateus 5,1-12
As bem-aventuranças. Ao ver aquela multidão de povo, Jesus subiu ao monte. Quando sentou-se, os discípulos se aproximaram dele. Tomou a palavra e começou a ensinar. Felizes os que tem espírito de pobre, porque deles é o reino dos céus. Felizes os que choram, porque serão consolados. Felizes os mansos, porque possuirão a terra. Felizes os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. Felizes os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. Felizes os puros de coração, porque verão a Deus. Felizes os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus. Felizes os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus. Felizes sereis quando vos insultarem e perseguirem e, por minha causa, disserem todo tipo de calúnia contra vós. Alegrai-vos e exultai, porque grande será a vossa recompensa nos céus. Foi assim que perseguiram os profetas antes de vós.

Estes são alguns exemplos que anotei, fora os que me passaram despercebidos.

Espero que tenham apreciado.

Abraço
Jade


Imagem de Mariana Britto
Sigo andando a passos largos...
...sem rumo e sem destino, apenas observando o que se passa e o que passou, o conhecimento traz prazer mas também traz dor.
Jade

Postagens populares