Vai deixa de tristeza e deixa o sonho te levantar, acredite que é possível ainda hoje uma virada, acredite que tudo foi apenas um engano, mantenha a rota do seu barco da vida, não desista novamente, as pedras são apenas restos que a chuva trouxe... amar, viver, sonhar, acreditar, lutar e até o chorar, são fases que compõem o grande quadro chamado vida, onde a tela é a sua história, as tintas são as pessoas que passam por ela, mas, o pintor, o responsável pela obra é sempre você! (Autor desconhecido)

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

O Arqueiro

Thomas é um jovem cujo pai, um homem misterioso e beirando até mesmo a insanidade, veio a se tornar padre. Eles vivem numa aldeia obscura e esquecida, onde se escondia um tesouro. Alguns duvidavam da veracidade daquela relíquia, que bem poderia ser uma como tantas outras criada na falsidade e ganância humanas. Mas seja como for, lá estava ela. Uma pesada lança de madeira, medindo duas vezes a altura de um homem, com uma lâmina de prata muito antiga. Guiada pelas mãos de São Jorge, fora a última visão do dragão antes de deixar este mundo.

Era o ano de 1342 e a Inglaterra vivia dias de guerra com a França. A lança repousava presa ao teto da pequena igreja, naquele lugar distante onde as pessoas viviam despreocupadamente. Contudo os dias de tranquilidade haviam terminado para a aldeia de Hookton. A páscoa chegava e com ela um ataque surpresa trazendo a morte. Thomas vê seu pai morrer em seus braços, prometendo que irá trazer de volta a lança. Em sua última conversa com o filho, o padre Ralph revela alguns detalhes do seu misterioso passado e de como a relíquia veio parar em suas mãos até chegar ali. Conforme as últimas palavras do padre Ralph, aquele cuja espada havia lhe tirado a vida era seu sobrinho e primo de Thomas. Naquele momento Thomas só conseguia pensar numa coisa, três falcões amarelos num campo azul. Seriam as armas de seu primo, um homem que se intitulava o Arlequim? Ele não saberia dizer. Seu pai deixara mais perguntas do que respostas. Assim, aos 18 anos Thomas inicia sua jornada, unindo-se aos arqueiros do exército inglês em campanha contra a frança. Em meio a batalhas e aventuras, ele se vê na busca não apenas de vingança e da lança, mas do Santo Graal. Thomas reluta em admitir que o mistério sobre sua família e a procura por objetos sagrados, governam sua vida, mas ao que tudo indica, seria seu destino travar uma batalha que iria muito além das causas terrenas.


O Arqueiro - Vol. 1 A Busca do Graal 
Bernard Cornwell
Editora Record


 
Um romance histórico, que retrata o período inicial da Guerra dos Cem Anos e portanto recheado de batalhas. Infelizmente em guerra afloram os piores instintos, e as mulheres normalmente são as maiores prejudicadas. Antes de iniciar o livro o autor faz uma citação que retrata bem o momento na história:


“...muitas batalhas mortais foram travadas, pessoas assassinadas, igrejas roubadas, almas destruídas, jovens e virgens defloradas, esposas e viúvas respeitadas desonradas; cidades, mansões e prédios incendiados, e assaltos, crueldades e emboscadas cometidos nas estradas. A justiça falhou por causa dessas coisas. A fé cristã feneceu e o comércio pereceu, e tantas maldades e coisas horrendas seguiram-se a essas guerras, que não podem ser mencionadas, contadas ou anotadas.”

- João II, Rei da França, 1360


Abraço
Jade

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Imagem de Mariana Britto
Sigo andando a passos largos...
...sem rumo e sem destino, apenas observando o que se passa e o que passou, o conhecimento traz prazer mas também traz dor.
Jade

Postagens populares