Vai deixa de tristeza e deixa o sonho te levantar, acredite que é possível ainda hoje uma virada, acredite que tudo foi apenas um engano, mantenha a rota do seu barco da vida, não desista novamente, as pedras são apenas restos que a chuva trouxe... amar, viver, sonhar, acreditar, lutar e até o chorar, são fases que compõem o grande quadro chamado vida, onde a tela é a sua história, as tintas são as pessoas que passam por ela, mas, o pintor, o responsável pela obra é sempre você! (Autor desconhecido)

domingo, 26 de setembro de 2010

Eu Sou o Mensageiro

Este livro relata a vida de Ed Kennedy, iniciando durante um assalto à banco, em que Ed vai dar uma de herói, impedindo o ladrão de fugir. Depois disto, sua vida, que era bastante banal, passa por uma reviravolta. Primeiro é a publicidade, seu nome é noticiado pela cidade como o mais novo herói do pedaço, o que não vai melhorar em nada seu relacionamento com a mãe. Sua vida se resume em ser taxista numa cidade pequena e jogar cartas com os três melhores amigos. Marv, Ritchie e Audrey. Há! Tem também o Porteiro, o cão fedorento, de 17 anos, que era de seu falecido pai, e que o acompanha num cafezinho. O bicho até parece que entende o que ele fala. Porém, depois daquele dia no banco, receberá estranhas cartas, de jogo de baralho, com anotações pouco esclarecedoras e que parecem querer conduzi-lo a algum lugar. A primeira carta, um ás de ouros, vem com três endereços e Ed acaba decidindo que deve conferir o que vai encontrar em cada um. Ele sente que precisa fazer alguma coisa, que sua vida não está levando ele a lugar nenhum, e que aquela será sua oportunidade de fazer algo. Ed é um adolescente de 19 anos sem perspectivas de futuro, mas que prova que pode ir muito além de sua condição. A linguagem do livro é bastante simples e direta, mas ao mesmo tempo é sensível e tocante. O final é surpreendente, espero que gostem. Não curti tanto quando o outro livro deste mesmo autor, mas é bom também.
Um trecho do livro:
Lua beija Marie.
É só um beijinho de leve nos lábios.
E ela retribui o beijinho.
Às vezes as pessoas são bonitas.
Não pela aparência física.
Nem pelo que dizem.
Só pelo que são.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Imagem de Mariana Britto
Sigo andando a passos largos...
...sem rumo e sem destino, apenas observando o que se passa e o que passou, o conhecimento traz prazer mas também traz dor.
Jade

Postagens populares